Solverde Campeonato Nacional PGA

Irmão Leonor e Tomás Bessa lideram com Santos e Cavalheiro

O torneio com 10 mil euros de prémios monetários, no Vidago Palace Golf Course, está ao rubro e só o título de seniores parece decidido antes do último dia

Ricardo Santos

Ricardo Santos, a maior estrela do Solverde Campeonato Nacional PGA, assumiu hoje (quinta-feira) a liderança do torneio de 10 mil euros em prémios monetários.

Não há qualquer surpresa em ver o membro do European Tour no topo da classificação masculina e, por isso, a grande notícia do segundo e penúltimo dia de prova, foi a possibilidade de uma dupla de irmãos poder conquistar, pela primeira vez, o torneio da PGA de Portugal, organizado pela Greatgolf e sancionado pela Federação Portuguesa de Golfe (FPG).


Com efeito, Leonor e Tomás Bessa estão igualmente na frente, após duas voltas ao Vidago Palace Golf Course, e, curiosamente, ambos com o mesmo resultado agregado, de 8 pancadas abaixo do Par: Leonor com dois cartões consecutivos de 68 (-4) e Tomás com rondas de 70 e 66.

Ricardo Santos, por seu lado, era ontem (quarta-feira) o 3.º classificado, graças a uma volta de 67 (-5) e hoje juntou-lhe um segundo resultado de 69 (-3), para ficar empatado com Bessa.

A competitividade tem sido a nota dominante e os birdies continuam a cair (Bessa até fez 1 eagle no buraco 2), apesar do calor ter apertado – e muito – a partir do meio dia.

Tomás Bessa


Daí que nada esteja decidido. No torneio masculino Tomás Bessa e Ricardo Santos têm Miguel Gaspar a apenas 3 pancadas (69+70) e a 4 de distância surge um grupo de três jogadores constituído por Vítor Lopes (71+69), Tiago Cruz (70+70) e Pedro Cruz Silva (69+71).

Os amadores continuam a dar muito boa conta de si e depois de Daniel da Costa Rodrigues ter liderado o torneio ontem com -7, hoje foi Pedro Cruz Silva a brilhar com duas voltas seguidas abaixo do Par e a partilhar o 4.º posto. O vice-campeão nacional amador chegou a andar hoje na coliderança!

Hoje as coisas não correram tão bem aos dois protagonistas de ontem. Daniel da Costa Rodrigues (65+76) e Francisco Oliveira (66+75), eram ontem 1.º e 2.º, respetivamente, mas caíram para o 7.º lugar (empatados).

Pelo contrário, no torneio feminino, Susana Ribeiro não só manteve o 2.º lugar da véspera como reduziu a diferença em relação à líder de 3 para 2 pancadas, graças a ter carimbado a melhor volta desta prova, de 67 (-5), a sua melhor prestação na história do Solverde Campeonato Nacional PGA.

Leonor Bessa


O título será, assim, decidido amanhã entre as campeãs dos últimos dois anos, com Leonor em perseguição se um segundo troféu e Susana de um quinto.

A segunda jornada marcou também o início do torneio de seniores para jogadores com 50 ou mais anos.


Nelson Cavalheiro, pela primeira vez neste escalão etário, lidera confortavelmente, com 77 pancadas, 5 acima do Par. O presidente da PGA de Portugal é perseguido pelo seu amigo Fernando Nogueira, com 84 (+12). O campeão de 2019, Joaquim Sequeira, não veio a Vidago defender o seu título

Em geral, neste segundo dia, os resultados de hoje não foram tão bons. Só seis jogadores e duas jogadoras bateram o Par-72 do campo e no agregado só oito jogadores e duas jogadoras estão em números vermelhos.

Amanhã decidem-se os três novos campeões nacionais e o programa inicia-se às 8h30, com os últimos grupos a saírem às 9h23.

 A organização do Solverde Campeonato Nacional PGA está a cargo da PGA de Portugal, em colaboração com a Greatgolf, sendo a prova sancionada pela FPG. Pelo segundo ano consecutivo o torneio conta para o ranking mundial amador e pela primeira vez há resultados em direto.


O “livescoring” está, buraco a buraco, na aplicação Golf Genius. Após o “download”, dever-se-á aceder às informações do torneio, usando como ID: CAMPEONATONACIONALPGA

As declarações dos protagonistas de cada dia podem ser encontradas nas redes sociais Facebook e Instagram.

GABINETE DE IMPRENSA DA PGA DE PORTUGAL

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico – convertido pelo Lince