Tomás Melo Gouveia vice-campeão na Alemanha

Iniciando hoje a terceira e última volta do Gut Bissenmoor Classic no terceiro lugar, a uma pancada da dupla de líderes composta pelo escocês Craig Howie e o alemão Maximiliam Layer, Tomás Melo Gouveia concluiu-a com 70 (-1), com três birdies nos últimos seis buracos de jogo, para finalizar no segundo lugar, a duas pancadas do vencedor, Maximiliam Layer, que encerrou com 69 e totalizou 204 (-9).

Trata-se de uma prova do Pro Golf Tour dotada com 30 mil euros em prémios e que decorreu Golf & Country Club Gut Bissenmoor, em Hamburgo, Alemanha. Para o português, que tinha feito 67-69 nas duas primeiras jornadas, foi a melhor classificação neste circuito profissional com origem na Alemanha, a superar o terceiro lugar no McNeill Open, também na Alemanha, a 19 de Junho.

Esta prestação valeu-lhe um prémio de 2.500 euros e uma subida de nove lugares na ordem de mérito respectiva, para o 17.º lugar. Os cinco primeiros nesta tabela no final da época conquistam a promoção ao Challenge Tour.

“Os primeiros dois dias foram muito bons sendo que esteve muito vento”, afirmou Tomás ao GolfTattoo. “Joguei muito bem ao longo dos três dias, especialmente no primeiro dia, em que fiz seis birdies e um eagle. Neste último dia, joguei outra vez muito sólido do tee ao green mas na primeira volta nenhum putt entrou. Infelizmente, no 10, fui fora de drive e fiz um duplo bogey que me deixou a várias pancadas do líder. Consegui reagir bem depois disso, fiz três birdies nos ultimos 6 buracos mas não foi suficiente. Estive, mais uma vez, muito perto de ganhar. Fica esse sabor amargo mas no final foi uma semana muito positiva.”

 

Fonte: golftattoo.com