Ricardo Santos termina em 6.º na Irlanda

Depois de ter iniciado a quarta e última volta do Monaghan Irish Challenge empatado no terceiro lugar com o escocês Robert Macintyre, a duas pancadas do líder, o sueco Niklas Lemnke, Ricardo Santos não conseguiu jogar abaixo do Par como nos três dias anteriores e termina no 6.º lugar, empatado com o escocês Callum Hill e o francês Thomas Linard.

No campo de Par 72 do Concra Wood Golf Club, em Castleblayney, o português – que chegou a co-liderar aos 36 buracos – fez voltas de 67-70-71-75, para um total de 283 (-5). Não conseguiu assim bater a sua melhor marca do ano, que foi o 3.º posto empatado no Hauts de France Golf Open, em meados de Junho.

O vencedor foi o inglês Oliver Wilson, com 276 (69-70-68-69), 12 abaixo do Par, seguido do suíço Marco Iten com 278. O ex-líder NiklasLenke foi com 279 após ter encerrado com um 74.

Pelo sua classificação na Irlanda, o algarvio facturou um prémio de seis mil euros e subiu do 93.º para 79.º na Road to Ras Al Khaimah, a ordem de mérito do circuito Precisa de ficar entre os 45 primeiros se quiser participar na prova de encerramento, a Grand Final nos Emirados Árabes Unidos.

Nesta tabela, Pedro Figueiredo é 12.º e Filipa Lima 28.º.

Já no European Tour, o dinamarquês Lucas Bjerregaard, campeão do Portugal Masters em 2017, venceu hoje o Alfred Dunhill Links Championship no Old Course de St. Andrews. Nos três primeiros dias, além do Old Course, jogou-se nos campos Carnoustie e Kingsbarns.

O português Ricardo Melo Gouveia não passou o cut para a última volta.