O melhor Tomás Silva de sempre

Tomás Silva efetuou neste Domingo a sua melhor volta de sempre para conquistar o seu primeiro título do ano, no Optilink PGA Open, no Algarve.

O campeão nacional assinou uma segunda e última volta de 62 pancadas, 10 abaixo do Par dos percursos Lagos e Praia do Palmares Ocean Living & Golf.

Tomás Silva tinha feito 64 (-8) na primeira volta, pelo que totalizou 126 pancadas, 18 abaixo do Par, batendo por 2 Tomás Melo Gouveia (-16) que, por seu lado, entregou cartões de 66 e 62. O 3.º lugar foi para Vítor Lopes (-12) que apresentou rondas de 67 e 65.

"Estou feliz pelo resultado, mais feliz por ter ganho mas ainda mais feliz pela forma como consegui focar-me no que estava a fazer", disse o jogador do Clube de Golf do Estoril, depois de embolsar o prémio principal de 1.500 euros.

"Foi o meu melhor resultado de sempre. Já tinha feito algumas vezes 8 pancadas abaixo do Par mas em treinos. Em competição nunca", acrescentou Tomás Silva à Tee Times Golf, em exclusivo para Record.

O torneio, um dos mais tradicionais do PGA Portugal Tour, o circuito profissional português, do qual Record é o jornal oficial, contou com 38 participantes e esteve muito forte.

"Tirando os jogadores que estavam a competir no European Tour e no Challenge Tour, estavam cá os melhores jogadores nacionais", informou Tomás Silva, que sentiu-se ao seu melhor nível.

"Joguei muito bem do tee ao green. Muito consistente em todas as áreas do jogo. Acertei 17 greens nos dois dias e nos 2 greens que falhei estava a 40 centímetros do green, oque mostra bem a minha consistência de jogo", explicou.

As condições "estavam perfeitas, com pouco vento e o campo estava em boas condições".

Tomás Silva não ganhava há nove meses e este triunfo veio na melhor altura: "Claro que esta vitória é importante. Dá-me confiança para os torneios. Não só para o Open de Portugal que vem aí, mas para os restantes torneios que vou jogar e fico feliz porque significa que o trabalho está a ser bem feito».

 

Fonte: Record | Hugo Ribeiro